Fesa anuncia reestruturação e fusão com a Abrahams Executive Search

Valor Econômico

02 de dezembro de 2013 –  A consultoria e empresa de recrutamento Fesa, focada em cargos do alto escalão, termina o ano anunciando várias mudanças. Elas vão desde a troca de endereço até uma ampla reestruturação interna. “Estamos indo para um edifício do outro lado da rua, mas ocuparemos um andar inteiro onde todos vão compartilhar o mesmo ambiente”, afirma Denys Monteiro, que começou a atuar na empresa há 15 anos e que neste mês assumiu o cargo de CEO.

Monteiro, CEO da Fesa, diz que não é possível prever o que acontecerá em 2014

Monteiro, CEO da Fesa, diz que não é possível prever o que acontecerá em 2014

A nova disposição física da companhia tem o objetivo de aproximar equipes, além de integrar outros membros que estão chegando. Em dezembro, a empresa anuncia oficialmente a fusão com a Abrahams Executive Search, tradicional recrutadora do setor de agronegócios comandada por Jeffrey Abrahams.

Monteiro explica que, ao deixar o comando das áreas de indústria farmacêutica, consumo e agronegócios para assumir o primeiro posto da companhia, não encontrou um headhunter com perfil desejado para tocar todas essas áreas. Estrategicamente, achou melhor dividir a responsabilidade por diferentes diretorias na empresa e, no caso do agronegócio, trazer a Abrahams e sua equipe, que conta com dez consultores. “Queremos reforçar a nossa posição nessa segmento”, ressalta. O fundador da Abrahams tem mais de 20 anos de experiência no setor e grande vivência no recrutamento executivo, tendo sido sócio da Tasa AG, entre 1996 e 2003.

A área de serviços financeiros, um dos principais negócios da Fesa, ficou a cargo de Paulo Bilezikjian, ex-executivo do JP Morgan e da Hedging-Griffo, com passagem pelos Estados Unidos e atuação na área de family office. Grabriela Lindeman, por sua vez, foi promovida e comandará o recrutamento no setor industrial, que inclui química, metal e papel, entre outras especialidades. A sócia-diretora Renata Fabrini deixou a companhia.

Atualmente, a Fesa conta com 110 profissionais que trabalham em seis escritórios. Fundada em São Paulo em 1995 por Alfredo Assumpção, foi a primeira empresa brasileira de recrutamento de executivos com atuação no segmento financeiro. A primeira unidade fora de São Paulo foi inaugurada em 1999 no Rio. Depois veio Curitiba, em 2001, e no ano passado foi a vez da abertura em Porto Alegre, Belo Horizonte e Campinas. Desde 2005, a companhia tem como parceira internacional a IIC Partners.

Segundo Monteiro, 52% dos clientes da Fesa hoje são empresas nacionais, de diversas áreas – no início essa participação era de apenas 10%. “É um reflexo do crescimento da importância da governança no país”, diz.

A companhia não abre os números, mas, de acordo com Monteiro, o melhor ano foi o de 2011 – em sua opinião, atualmente o mercado de recrutamento executivo anda “meio de lado”. A expectativa para 2014 é que as coisas comecem a caminhar, mas ainda há muita incerteza. “As empresas demitiram pessoas na crise e, agora, estão voltando a contratar e a liberar os investimentos. Mesmo assim, nunca se sabe como vai ser um ano de eleições e Copa do Mundo.” (SC)